Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Banner > Câmara aprova parecer pelo prosseguimento de CEP que apura excesso de gastos na folha de pessoal da Prefeitura
Início do conteúdo da página

Câmara aprova parecer pelo prosseguimento de CEP que apura excesso de gastos na folha de pessoal da Prefeitura

Publicado: Segunda, 27 de Julho de 2020, 16h12 | Última atualização em Segunda, 27 de Julho de 2020, 16h22 | Acessos: 288
imagem sem descrição.

O plenário da Câmara Municipal de Itaguaí aprovou por 14 votos favoráveis e apenas um contrário o parecer prévio da Comissão Especial Processante (CEP) 002/2020 opinando pelo prosseguimento da denúncia. O único voto contrário ao parecer foi do vereador Sandro da Hermínio (PP). A Comissão apura se a Prefeitura Municipal de Itaguaí teria cometido improbidade por desrespeitar o limite de gastos com pessoal estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. A aprovação do parecer aconteceu durante a 33ª Sessão Ordinária, realizada na noite de quinta-feira (23/07).

Em decorrência das medidas de distanciamento social impostas para conter o avanço do novo Coronavírus a sessão foi realizada somente com a presença dos vereadores e dos servidores imprescindíveis para a realização dos trabalhos legislativos. A sessão foi transmitida ao vivo na Rádio Câmara Itaguaí e na página da Câmara no Facebook.

Os denunciados são o ex-prefeito Carlo Busatto Júnior, o Charlinho (MDB), e o ex vice-prefeito Abeilard Goulart, o Abelardinho (PP), que foram cassados no início do mês mas que continuam respondendo pelas supostas irregularidades durante o seu governo. 

Os vereadores Willian Cesar (PL) e Nisan César (PSD) não participaram da sessão. O vereador Jocimar Pereira do Nascimento, conhecido como Jocimar do Cartório (PTC), participou da sessão como suplente do vereador Waldemar Ávila (PDT), que não poderia votar por ser cunhado do ex vice-prefeito Abelardinho. O vereador Reinaldo do Frigorífico (PL) participou da sessão de forma remota. Votaram pelo prosseguimento da CEP os vereadores Gil Torres (PSL), Vinicius Alves (PRB), Haroldo Jesus (PV), André Amorim (PSC), Carlos Kifer (PP), Fabio Rocha (PL), Genildo Gandra (PL), Ivan Charles (PL), Reinaldo do Frigorífico, Roberto Lúcio (PL), Minoru Fukamati (PSD), Jocimar do Cartório, Valter Almeida (Podemos) e o presidente da Casa, vereador Noel Pedrosa (PSL). 

O plenário da Câmara aceitou a denúncia no dia 16 de abril. A comissão é presidida pelo vereador Carlos Kifer, tem o vereador Ivan Charles como relator e o vereador Minoru como membro.

Após aprovação do parecer pelo prosseguimento dos trabalhos a CEP iniciará a fase de investigação.

registrado em:
Fim do conteúdo da página