Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Banner > Câmara aprova em 1ª discussão projeto Casa Acolhedora para mulheres vítimas de violência doméstica
Início do conteúdo da página

Câmara aprova em 1ª discussão projeto Casa Acolhedora para mulheres vítimas de violência doméstica

Publicado: Sexta, 13 de Abril de 2018, 18h35 | Última atualização em Sexta, 13 de Abril de 2018, 18h42 | Acessos: 23
imagem sem descrição.

Na 15ª Sessão ordinária, que aconteceu na última terça-feira (10/04), a Câmara Municipal de Itaguaí deu mais um passo em direção a promoção de políticas públicas que visem proteger a mulher vítima de violência doméstica. O Projeto de Lei nº 3.640, de autoria do vereador Noel Pedrosa (Avante), que institui o Projeto Casa Acolhedora para mulheres vítimas de violência doméstica, foi aprovado por unanimidade em primeira discussão.

 

Moção

Foi com muitas palmas e ovacionado pela plateia que acompanhava os trabalhos do Legislativo que George D’Almeida, jornalista, teatrólogo, roteirista, poeta, escritor, ator e diretor teatral, recebeu das mãos do líder de governo, vereador Sandro da Hermínio (PT do B) uma moção de congratulações e elogios.

A moção se justifica na história de vida do homenageado, que começou sua vida escrevendo cartas em bares, esquinas e praças. Foi editor chefe dos jornais Tribuna Popular, Sul Fluminense e Ideal Notícias, no interior do estado do Rio de Janeiro, mantendo sempre uma linha editorial preocupada com a comunidade e com as questões sociais. Desde os seus 11 anos dedica sua vida ao teatro, e aos 15 anos, escreveu a sua primeira peça intitulada “Juventude em crise”, e nunca mais parou de escrever.

Como escritor de peças teatrais George destaca a realidade como forma de exprimir o seu interior. Dentre suas obras podemos destacar “Julgamento Social”, premiada no 1º Festival de Teatro de Itaguaí e “Perdoe-me Mãe” ganhadora de diversos prêmios.

registrado em:
Fim do conteúdo da página